Total de visualizações de página

domingo, 14 de novembro de 2010

CONSELHOS DE AMIGO




Diante minha solidão
meu amigo, um grande irmão
Preocupando-se comigo
aconselhou-me então

Prá arrumar uma gatinha
que ficasse só na minha
Descolei uma malhadinha
mas nem me deu bola não

Volta ele me dizendo
que arrumasse uma cachorra
Prá me fazer companhia
noite e dia numa boa

Assim trouxe uma prá casa
fiz dormir em minha cama
Só lambia a minha cara
mas sem beijar que é bom

Mandei as duas embora
grande a decepeção
A vacina é muito cara
como o preço da ração

Depois que percebi
meu erro de interpretação
Uma gatinha de mulher
ou cachorra mulherão

Men@
®

domingo, 17 de outubro de 2010

TE AMANDO


Comecei brincando
seguindo os teus passos
Em todos os teus caminhos
no teu leve compasso

Te admirando
em todos teus traços
Dos pés à cabeça
sem perder o teu rastro

Sentindo teu perfume
por onde quer que eu passo
Desejando os teus beijos
e estar em teus braços

Me encontro perdido
te sonho no meu espaço
Te amando pergunto:
- O que eu faço?

Men@
®

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

PRANTO CALADO



Vivo...
e não estou mais
aqui em tempo constante
Tenho estado distante
antes isso jamais

Vejo...
meu andar errante
qual estrela outrora brilhante
Viajante do espaço infinito
pálida e ofegante

Ouço...
e nada mais falo
instante momento me abalo
Cessam sons vozes e ecos
nesse mudo intervalo

Sinto...
n'alma a ferida
palpita o coração abatido
No peito o grito e um gemido
de dor em pranto me calo

Men@
®

terça-feira, 12 de outubro de 2010

EU CRIANÇA


Vive na lembrança
meus bons tempos de criança
Gestos e atos de inocência
vividos na infância

Vivia em liberdade
e brincando sem maldades
Saboreando a doce felicidade
pela própria natureza

Puro e inocente
e sem marcas do passado
Com sonhos de um futuro
a esperança presente

Repentinamente
como se fosse tão urgente
Quisera logo ser um adulto
eu criança irreverente

Men@
®


quinta-feira, 7 de outubro de 2010

FIM DA JORNADA

"Réquiem aeternam dona eis"

Na voz o siliêncio
sem se ouvir murmúrios
quais prantos secos e calados

Alguns rudimentos
como lamentos roucos
gestos toscos quase mais nada

O brilho no olhar
qual uma luz não apagada
ainda bem acesa na longa estrada

Neves do tempo
que na cabeça espelhava
o bem pouco que ainda restava

Imóvel esperava
sem saber do momento
e alheia de onde se encontrava

Assim terminava
tempo do fim da jornada
o evento que uma vida expirava

Men@
®

terça-feira, 5 de outubro de 2010

ESSA LOUCURA



Mil beijos virtuais
e abraços de internautas
Em verdade eu preciso
e sinto tanta falta

Do calor de um corpo
no meu corpo em noites frias
Já estou ficando louco
em camas vazias

Louco é coisa pouca
por uma fruta de ternura
A dar sabor nos meus desejos
e remédio prá minha cura

Nem posso desistir
de viver com essa loucura
A água mole em pedra dura
tanto bate até que fura

Men@
®

CARÊNCIA OU PAIXÃO



Te ver eu quero
te encontrar desejo
Entre os teus abraços
saborear teus beijos

Ouvir tua voz
nem sei como faço
Se vou ao teu encontro
ou espero teus passos

Me encontro perdido
em meio a timidez
Vou ser atrevido
e falar de uma vez

Parece um sonho
num reino encantado
Se não é só carência
estou apaixonado

Men@
®


domingo, 3 de outubro de 2010

QUEM ME DERA



Quem me dera...

Teu bem querer eu fosse
como um beija-flor
dos teus lábios extrairia o doce
sabor da minha quimera

Quem me dera...

Sem sonhos ou por utopia
eu acordasse um dia
tuas palavras me dissessem
estava a sua espera

Quem me dera...

Diante a tua imagem
embarcar numa nova viagem
sem medos e com coragem
viver o que não fizera

Quem me dera...

Se pela fresta da janela
do teu coração eu entrasse
e as portas se fechassem
abraços prá galera !!!

Men@
®

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

FAZ DE CONTA


Deixa-me te amar
e faz de conta
Que ainda se encontra
apaixonada assim

Deixa-me pensar
encantada faz de conta
Por meus versos, poesias
ou coisa afim

Deixa-me tentar
não tente me enganar
E faz de conta
pois nem tudo foi ruim

Deixa-me lembrar
loucas aventuras tantas
Num faz de conta
brindadas com tim tim

Deixa-me ouvidar
os desencontros e prantos
Que por desencanto
feriu um amor sem fim

Deixa-me sonhar
com essa paixão e ao acordar
faz de conta
que esperava por mim

Men@
®

terça-feira, 28 de setembro de 2010

MULHER POESIA

CEIÇA PROCÓPIO
imagem gentimente cedida

Você é linda
tem o sorriso encantador
Tua alma é transparente
coração de puro amor

Teus olhos enfeitiçam
e hipnotizam aos desejos
Com os lábios sedutores
provocando ardentes beijos

Tem corpo escultural
a pele perfumada e sedosa
desafiando a natureza
e as pétalas da rosa

A magia feminina
sem pecado ou heresia
Rimando em verso e prosa
a bela mulher poesia

Men@
®

domingo, 26 de setembro de 2010

VOCÊ VIAGEM

"Réquiem aeternam dona eis"

Viajando nessa estrada
nas curvas perigosas em que busco
o seguro aconchego do teu colo
não mais te encontro...

Partiu prá não voltar
deixando-me um vazio e a vontade
de te ver, beijar e te abraçar
mas ainda te sinto...

Na perfeição da natureza
entre as paisagens te vejo na beleza
d'alma e espírito de pureza
então prossigo...

Com o vento sobre a pele
qual tuas mãos envolvendo-me com zelo
em carícias e afagando meus cabelos
entoando uma canção...

Recordo a tua voz
e as sábias palavras de carinho
sussurando aos meus ouvidos bem baixinho
conforto a um solitário coração...

Lábios que estão longe
bem distantes sem poder tocar em mim
sem carmim guardo os beijos teus
com amor que não tem fim...

Teus lindos meigos olhos
brilhantes iluminam os meus caminhos
vão assim guiando o meu destino
peregrino sem parar...

Na beleza desse teu sorriso
você viagem meu mundo no paraíso
onde encontro toda a paz que eu preciso
eternamente vou te amar...

Men@
®

sábado, 25 de setembro de 2010

AMIZADES


As palavras apenas falam
o que meus sentimentos não calam
Alojados nos vãos do meu peito
me deixando todo sem jeito

De falar realmente o que sinto
dessa gente que me faz sentir útil
esquecendo tudo o que é fútil

E por mais que eu tente é inútil
conseguir esquecer simplesmente
Quando ausente se tornam presentes
nas tristezas me fazem contente

Corações que iluminam minha mente
cada um com o seu particular
pessoas que aprendi sempre amar

Amizades amadas e fraternas
primavera e verão, no outono ou inverno
Sementes que brotam um renovo
assim permanecem eternas

Pessoas de uma rara beleza
o "pão" na minha mesa que com certeza
o Criador quis me brindar

Men@
®

quinta-feira, 17 de junho de 2010

O BEM E O MAL



As portas do passado
que fecharam no presente
em que o bem por mal julgado
foi sentença incoerente

São portas que trancadas
sustentam-se em seus batentes
que é só madeira envernizada
e de beleza aparente

O bem é indiferente
a todo mal que é persistente
se abrir faz essas portas
de nada resistentes

Em portas que se abrem
pelo bem são transparentes
onde a luz se descortina
cada dia diferente

Men@
®

domingo, 13 de junho de 2010

GALOPEIRA



Outrora deixadas
desde o romper da aurora
bem até a hora que o sol se vai
às margens das águas pantaneiras
no berço nascente das guarânias
do nosso vizinho Paraguai

Ardentes de amor
e dor da saudade à flor da pele
com cântaros d'água prá sede saciar
vinham a esperar por seus maridos
que após a jornada de trabalho
já estavam prá chegar

Ao escutarem o som do galope
dos cavalos marchando em seu trote
as belas morenas de lisos e longos cabelos
corriam ao encontro dos seus amados
cantando e dançando contentes
ansiosas para ir recebê-los

Chamadas de galopeiras
se atiravam em seus braços
olhar de desejo e largas sobrancelhas
feitiço no abraço, nos beijos as centelhas
acendiam as chamas do fogo do amor
que ardia por uma noite inteira

Men@
®

sábado, 12 de junho de 2010

AMOR, POETA E POESIA



Se o amor não houvesse
haveria um poeta?
Se um poeta não fosse
esse amor eu teria?

Sem o amor e um poeta
existiria a poesia?
Sem a poesia
o amor sobreviveria?

Se não fosse um poeta
o que então seria?
Quem sabe um mago
prá fazer magias!

Onde houvesse uma dor
por meu grande amor
essa dor não doía
sorriso ela seria

Feliz o amor semearia
como as flores ele brotaria
inspirando-me às poesias
a ser poeta voltaria

Men@
®

sexta-feira, 11 de junho de 2010

NOSSO AMOR



Nosso amor é assim
quando ficamos distantes
é constante a saudade
que entre as nossas vontades
ele é a mais importante

Nosso amor é assim
quando nós juntos estamos
onde quer que estejamos
não há como disfarçar
que nos amamos

Nosso amor é assim
manhãs que alegrias nos traz
as tardes que em romance se faz
nas noites em que se realizam
os nossos sonhos de paz

Nosso amor é assim
quando deitamos na cama
corpos envolvem-se em chamas
ao brindar esse louco amor
até as taças se inflamam

Men@
®

segunda-feira, 7 de junho de 2010

PSIU



Psiu...
não fale nada
e deixe-me pensar
preciso muito de silêncio
prá que eu possa me lembrar

Psiu...
não abra a boca
já estou ficando louca
nessa briga com a memória
uma história que nem pode imaginar

Psiu...
não me estresse
calma e não me apresse
terminei com a minha prece
me parece que ja vou poder contar

Psiu...
vou falar baixinho
com amor e muito carinho
meus cabelos são bem loirinhos
posso esquecer de tudo, menos de te amar

Men@
®

domingo, 6 de junho de 2010

TENTE OUTRA VEZ



Não se entregue para a derrota
pois sua vitória é possível
tente outra vez

Não sofra por um mal sequer
coisas que alguém lhe fez
tente outra vez

Não viva do seu passado
seja o presente, acredite no futuro
tente outra vez

Não deixe de começar de novo
você é capaz de vencer qualquer jogo
tente outra vez

Men@
®

MULHER FATAL



Assim você me alucina
linda garota, sempre feminina
corpo sensual, vestida em vermelho
não há outra igual, responde o espelho

Assim você me enlouquece
quando em minha frente aparece
expondo os contornos do seu corpo sexy
nem sei onde olho primeiro

Assim você me embriaga
menina travessa eu perco a cabeça
querendo beijar-te nos olhos e nos lábios
desde o pescoço até o tornozelo

Assim você me enfeitiça
e até perco o juízo com a sua magia
a mulher fatal que eu não sabia
que me prenderia inteiro

Men@
®

sábado, 5 de junho de 2010

AMALIA RODRIGUES & FADO

Amalia Rodrigues
1920 - 1999
TRIBUTO


FOI DEUS

Foi Deus
que criou todas as coisas
o universo num espaço sem fim
deu vida a todos os seres
Amalia nasceu, enfim

Foi Deus
assim como à natureza
que lhe deu a graça e a beleza
a divina voz para cantar ao mundo
e encantou a mim

Foi Deus
que iluminou sua alma
e em seu coração apaixonado
inspirou as canções com o seu Fado
perfumadas como jasmim

Foi Deus
que a transfomou em estrela
prá brilhar no azul desse céu infinito
e aos anjos cantar no paraíso
foi Deus que quis assim

Men@
®

sexta-feira, 4 de junho de 2010

MEU BRASIL BRASILEIRO



Brasil
A mais bela das bandeiras
que tremula entre as fronteiras
dos Oceanos às Cordilheiras
do Oiapoque ao Chuí

Brasil
Que acolhe o mundo inteiro
das Nações e todas raças de estrangeiros
como filhos do seu coração gigante
a nossa terra é aqui

Brasil
Suas riquezas sem igual
natureza, fauna, flora, verdes matas
praias, lagos, rios e cascatas
o paraíso mundial

Brasil
De várias classes sociais
em que todo o seu povo é igual
seja. desfilando juntas nos carnavais
ou cantando o "Hino Nacional"

Men@
®

quinta-feira, 3 de junho de 2010

CAMINHOS



Ao longo da nossa vida
diferentes são os caminhos da jornada
noites solitárias e frias madrugadas
são pela lua iluminadas

Distantes da partida
que perdida na distância percorrida
sequer nenhuma estrela brilha
como guia prá chegada

Mas passos apressados
somente descansam em uma parada
quando em ofegante descompasso
põem em risco a caminhada

Respirando em compasso
então partimos prá nossa nova largada
o sol que nos aquecerá na alvorada
iluminará a nossa estrada

Men@
®

terça-feira, 1 de junho de 2010

ESSE AMOR



Ah...esse amor
que existe e me assanha
conquista, me arrasta, me gasta, me basta
e faz me entregar

Esse amor
que é doçura, carinho e ternura
caminho de uma aventura, desejo e pecado
que me faz delirar

Esse amor
que é uma paixão incontida
loucura proibida de uma história vivida
sem esperar

Ah...esse amor
que é um bandido que vive escondido
contido, à margem da imagem de um sonho
que insisto em sonhar

Men@
®

quinta-feira, 27 de maio de 2010

OBRA PRIMA



Somos uma obra prima da criação
viventes com alma e coração
exuberantes como a natureza
imagem, semelhança e perfeição

Embora todos bem parecidos
somos seres únicos e indivíduos
nenhum ao outro é igual
como uma impressão digital

Dotados de inteligência
capacidade, caráter e personalidade
com direitos de igualdade e liberdade
vivemos em uma sociedade

Diferentes em pensamentos
nos costumes, raças, credos e cor
mas todos somos exatamente iguais
quando cultivamos o amor

Men@
®

MOÇA



Moça
que chegou assim de repente
apossando-se d'alma e da mente
adrenalina se fez nas batidas
de um coração carente

Moça
que mudou toda uma vida
em momentos após as partidas
no tempo em que fica ausente
te sente sempre presente

Moça
cheirosa de lábios ardentes
sabor de pecado de adolescente
de pele sedosa e corpo tão quente
provoca desejos frequentes

Moça
de meigo olhar sorridente
ternura nos abraços envolventes
mescla de um amor prudente
com paixão inconsequente

Men@
®

domingo, 23 de maio de 2010

EU ME RENDO



Vive mexendo comigo
até me deixar confundido
Me liga marcando um encontro
mas diz que sou seu amigo

Me abraça, me beija e supira
e não me tira de sua mira
Se me vê conversando com outra
me trata como um bandido

Se vai sem dar explicações
nem razões por um bom motivo
julgando ser uma das traições
com algum caso antigo

Volta quando bem quer
nem mesmo assim eu aprendo
Me entrego ao feitiço dessa mulher
embriagado eu me rendo

Men@
®

terça-feira, 18 de maio de 2010

PRECISAMOS DE AMOR



Precisamos de amor
em todos os momentos da vida
único sentimento que a tudo dá sentido
seja d'alma uma alegria ter vivido
ou de um coração ferido na dor
precisamos de amor

Precisamos de amor
para idealizar os projetos e planos
realizar com sucesso os sonhos
receber os troféus nas vitórias
em derrotas ou desenganos
precisamos de amor

Precisamos de amor
amor incondicional, sublime e verdadeiro
conjugando como verbo, o primeiro
que é infinito e para a eternidade
para a paz e a fraternidade
precisamos de amor

Men@
®

terça-feira, 11 de maio de 2010

QUANDO UM HOMEM AMA UMA MULHER



Quando um homem
ama uma mulher
seu sentimento é maduro
apaga todo o passado
só vive o presente e o futuro

Quando um homem
ama uma mulher
existe só ela em seu mundo
nem uma outra qualquer
tem seu amor profundo

Quando um homem
ama uma mulher
nada é mais importante
sem perder um minuto sequer
quer estar nos braços da amante

Quando um homem
ama uma mulher
tem um coração palpitante
que é carente em todos instantes
de beijos dos lábios ofegantes

Men@
®

sábado, 8 de maio de 2010

DIA DAS MÃES



Mamãe...

Sendo hoje o seu dia
nada eu tenho prá lhe dar
Roguei à Virgem Maria
para algo lhe ofertar

Ela seus olhos volveu-me
e ficou assim pensativa
Pensando no filho seu
disse-me quase aflitiva:

- Para ver uma mãe feliz
não há um melhor presente
quando ouve que o filho lhe diz:
"minha mãezinha",

somente...

Men@
®

sexta-feira, 7 de maio de 2010

BRINCANDO DE TE AMAR



Foi só te conhecer
mudaram-se os meus planos
nasceu um bem querer
pôs fim nos meus enganos

Me vendo em teu olhar
fascinei-me com a beleza
com os teus gestos de ternura
dei adeus às minhas tristezas

As palavras de carinho
que há tanto tempo eu não ouvia
quebrantou a minha solidão
nunca mais fiquei sozinho

E o tempo foi passando
nos unindo e me apegando
brincando de te amar
acabei me apaixonando

Men@
®

quinta-feira, 6 de maio de 2010

FOGO DAS PAIXÕES



Nos grandes amores
duas almas desconhecem as razões
das fortes emoções dos corações
no ardente fogo das paixões

Perdidos em desejos
reais ou em sonhos e fantasias
castidades se rompem em heresias
das realidades às utopias

Cerram-se os olhos
às diferenças sem impotância
unidos nas presenças ou ausências
entre o tempo e a distância

Aquilo que se diz
não há uma palavra suficiente
para demonstrar como se é feliz
e provar o que se sente

Men@
®

terça-feira, 4 de maio de 2010

FELICIDADE



Felicidade
é um estado de espírito
uma grande magia de energia
dos sonhos e fantasias

Felicidade
é estar de bem com a vida
fazendo da ilusão uma companhia
que nos faz sorrir todos os dias

Felicidade
é se sentir em total liberdade
prá correr, saltar, cantar, dançar
amar e nela acreditar

Felicidade
é fazer do pouco o muito
da gota d'água transformar em mar
para tudo se realizar

Men@
®

sábado, 1 de maio de 2010

AQUI ESTOU



Aqui estou...
ainda ontem era uma menina
brincava, corria, cantava, dançava
livre com uma bailarina

Aqui estou...
na infância me conheceu
me amou, beijou e me pertenceu
e hoje já sou crescida

Aqui estou...
às vezes me pergunto onde
o que e quem sou sem a tua presença
quando te sinto longe

Aqui estou...
nessa solidão que é só minha
em um camarote do show da vida
aqui estou sozinha

Men@
®

sexta-feira, 30 de abril de 2010

DIVINA NATUREZA


Imagem da obra gentilmente cedida
autor
: J.E.Navarro

Momentos de intimidade
com a solidão de um espaço
em que a inspiração toma forma
e as mãos dão leves traços

N'alma a luz do artista
ilumina sua obra com as cores
com o tema de um coração
palpitando de amores

Pinceis, tintas e guaches
que deslizam em uma aquarela
concluem em mágicos passes
a imagem sobre a tela

Visão de uma rara beleza
na moldura que está sobre a mesa
retratam os dons da sua arte
e a "Divina Natureza"

Men@
®

quinta-feira, 29 de abril de 2010

CARINHOSO



Me envolvo
nesse teu charme
com a tua pele macia
teu modo dengoso

Me alucinam
teus cabelos sedosos
os teus lábios e teus olhos
teu corpo cheiroso

Me deixe
sentir teu sabor
e te entregar meu amor
de um jeito gostoso

Meu beijo
vou te dar no lugar
em que te possa provar
como sou carinhoso

Men@
®

domingo, 25 de abril de 2010

MEDIDA PERFEITA



No sexo o amor
é o principal ingrediente
para se ter sabor e prazereres
a química para o deleite

Não há nada melhor
quando se está amando
pois, o amor é a grande essência
e o sexo é consequência

Não havendo o amor
é apenas uma luxúria maior
onde tudo pode iniciar bem ruim
e terminar de forma pior

O amor tudo completa
une o côncavo ao convexo
quando se deita é a medida perfeita
assim é o amor no sexo

Men@
®

quarta-feira, 21 de abril de 2010

TREM AZUL



Nas retas e curvas o apito
suas rodas nos trilhos em atrito
fumaça por onde ele passa
a paisagem se enche de graça

Rumando para o seu destino
fazendo as suas paradas
alguns entrando e partindo
prá outros é a sua chegada

Pessoas viajam sozinhas
muitas acompanhadas
esposas e maridos com filhos
amigos e suas namoradas

Suas rotas de leste a oeste
bem como as do norte ao sul
gente que ali se conhece
seguindo no trem azul

Men@
®

ETERNO APAIXONADO



Não sou um "menino qualquer"
fui sempre um garoto levado
de meu pai tomava as broncas
por minha mãe "até hoje mimado"

Sorrio quando me lembro
as "artes" do meu passado
há coisas que não posso falar
com riscos de ser "censurado"

Guardo um segredo comigo
que nunca poderá ser contado
a "namorada" de um amigo
me queria por seu "namorado"

Agora "homem maduro"
venci e também fui derrotado
meus amores eu nunca esqueci
ainda sou o "eterno apaixonado"

Men@
®

terça-feira, 20 de abril de 2010

NUA



Nua
delicada como a rosa
que em poesia, verso e prosa
é musa e deuza da candura
perfumada e sedosa

Nua
despida dos pudores
entre as fendas e os limites
da razão e da loucura
corpo e alma sua

Nua
sedução e liberdade
verdade, sonhos entre as fantasias
dos desejos e os prazeres
pecado e santidade

Nua
perfeição da natureza
beleza, que se expõe em toda parte
para amar sem castidade
sensual obra de arte

Men@
®

segunda-feira, 19 de abril de 2010

AMANHÃ



Amanhã
um outro dia vai raiar
e o sol com a sua magia
uma nova energia irá brindar

Amanhã
nublado, chuva ou tempestade
como a lealdade de uma amizade
seus raios de uma nova luz irão brilhar

Amanhã
sempre é uma promessa
ontem, hoje, o tempo não cessa
para a paz e a esperança se renovar

Amanhã
longo trecho de uma estrada
longe da partida, perto da chegada
o ontem é passado e o futuro é caminhar

Men@
®

sexta-feira, 16 de abril de 2010

GUITARRA E BLUE JEANS



Era uma vez um garoto
quatorze, quinze ou dezesseis
trabalhava e estudava inglês
prá comprar uma calça Lee
gastava o salário do mês

Também tocava guitarra
emprestada de um japonês
comprar uma era uma "barra"
até que uma o papai lhe dava
e uma grande surpresa lhe fez

"Alguma coisa" o surpreendeu
que o fez mudar tanto assim
os acordes entraram nas veias
tocar e cantar "something"
e a pronuncia do inglês não era ruim

Sua guitarra se destacava
combinando com seu "blue jeans"
enquanto tocava e cantava
nos palcos iluminados se encantava
com aplausos e pedidos de bís

Men@
®

terça-feira, 13 de abril de 2010

BEIJA EU



Beija eu
para matar o meu desejo
a toda hora, minuto e segundo
todo dia é dia de beijo

Beija eu
em beijos bem demorados
com o doce sabor do pecado
dos teus lábios molhados

Beija eu
em beijos apaixonados
daqueles que ninguém se vê
beijando com os olhos fechados

Beija eu
me deixe embriagado
e como um galã de cinema
eu fico sonhando acordado

Men@
®

domingo, 11 de abril de 2010

SOU APENAS



Sou apenas
de alma inocente
fonte efervescente
coração incandescente
que conjuga o verbo amar

Sou apenas
um espírito que vaga
no espaço que em sonhos
alguns versos eu componho
a poesia popular

Sou apenas
uma palavra da leitura
de um romance, uma aventura
uma nota em algumas partituras
de canções prá se dançar

Sou apenas
o retrato preto e branco
sem molduras que a arte da vida
tingindo em amargos prantos
fez a imagem colorida

Men@
®

sábado, 10 de abril de 2010

A CADA MINUTO



Sinto na pele o torpor
seguido de um refrigério
calafrios e no peito o ardor
palpitando enquanto te espero

Fico adornada em brilhantes
dou meu corpo para o teu desfrute
perfumada com raras essências
e o sabor do mais doce fruto

Anciosa por tua demora
me visto e me dispo constante
confusa na cor prá agradar
seduzir-te como amante

Não repare no traje preto
minh'alma resolveu vestir luto
pois meu coração morre de amor
por ti a cada minuto

Men@
®

PARENTES (ENTRE PARÊNTESES)



Dizem:
(entre parênteses)


Parentes existem em pencas

quando se tem muito dinheiro
é só surgir uma pequena crise
a maioria some pelo ralo do banheiro

Poucos continuam presentes
por conveniências não há quem negue
pois, como os outros se arrediam
se algum favor lhes pede

Enfim, ausentes ou presentes
são como os nossos dentes
causam dores e formam uma íngua
comem na boca da gente
sorrateiramente
e
(mordem nossa língua)


Men@
®

GRATIDÃO



Venho somente
agradecer os carinhos teus
há momentos que a vida nos mostra
que acima dos nossos amigos leais
só existe o refúgio em Deus

Nesse momento não fala
a voz e a poesia de um menino poeta
aos amigos que julgam ser "virtuais"
e sim, a alma do homem que confessa
chorar, porque são todos "reais"

O calor dos abraços recebe
com amor e a ternura que o acolhe
diferentes de alguns irmãos carnais
esses ao nascer "a gente não escolhe"
e isso não esquecerei jamais

Men@
®